Fobia de viver

Bom, sejam bem vindos! Espero que desfrutem de todo o conteúdo apresentado aqui.

sábado, 29 de setembro de 2012

Corrosão

A felicidade não pertence a mim
Pertence a tudo aquilo que está ao meu redor
Coisas supérfluas, insignificantes simples assim
Pertencem a elas as coias mais belas 
Que nas quais não pertence o temor

Porquê a sociedade não abre seus olhos...suas mentes
Impostos a imundice, a sujeira
Insistem em si aprisionar  desta maneira.
Vão se destruindo degradativamente

Essas coias que no qual vos alimenta
É a mesma que vos corroem por dentro
E é assim que os humanos vem se perdendo
Todos caem na mesma armadilha e esse número só aumenta.

João Paulo Gomes Marques


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email