Fobia de viver

Bom, sejam bem vindos! Espero que desfrutem de todo o conteúdo apresentado aqui.

domingo, 21 de agosto de 2011

Poema (muito bom!)




O jogo do amor é fatal


Mas atenho que tentar

Pois acabara-se minhas sete vidas


E a última não vai durar


Se mais uma vez eu errar




Minha alma gêmea cintilante


Posso ser desajeitado

Mas porém galante


Como o som do meu coração errante.




Desarmado


Sim, pelo seu jeito delicado


O amor, é, um jogo


Errou, xau


Mas por sua presença


Não vou fracassar


Pois gameover não vai dar.




João Paulo G. Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email